Nota Editorial -
 Master em Jornalismo

 

Também esta edição de Videtur (como a anterior) é um número especial em co-edição com a Facultad de Ciencias de la Información de la Universidad de Navarra, com trabalhos relativos ao Programa Master em Jornalismo para Editores, que essa prestigiosa universidade está promovendo em São Paulo em convênio com o Instituto de Altos Estudos em Jornalismo do Centro de Extensão Universitária.

 

Videtur 10 abre-se com a maximamente provocante conferência de L. F. Barros, um desafio ético à imprensa. O Dr. Ángel Arrese também apresenta o texto de sua conferência no Master sobre a comunicação comercial nas encruzilhadas do marketing contemporâneo. Os jornalistas Rosane de Oliveira e Costabile Nicoleta brindam-nos com curtas e incisivas reflexões sobre a arte e a linguagem.

 

Uma colaboração não ligada diretamente ao Programa, chega-nos - especialmente para esta edição - de um dos mais destacados professores de Instituto de Espanha, Miguel Ángel García, que reflete criticamente sobre os dez anos da LOGSE: a reforma educativa espanhola que, como se sabe, serviu de pauta para a recente reforma curricular brasileira (de que esta editora se ocupou amplamente na revista International Studies on Law & Education, No. 1). O balanço de dez anos da LOGSE é oportuno para nós, que estamos começando a trilhar o mesmo caminho...

 

O escritor Sergio de Agostino, tão conhecido dos leitores de Videtur, nos leva ao porto de Buenos Aires em seu texto "Amarguras de un Bandoneón" e, concluímos, com a seqüência dos "melhores lances" de nossas conferências de filosofia no Master.

 

L. J. Lauand - Coord. Edit.
Novembro de 1999